“UNIÃO PELO RIO”: CECILIANO É REELEITO PRESIDENTE DA ALERJ

Parlamentar começa ano propondo auxílio emergencial para os trabalhadores do estado

O deputado estadual André Ceciliano (PT) vai presidir a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) por mais dois anos. Encabeçada pelo parlamentar, a chapa única “União pelo Rio” foi apoiada por 64 dos 70 deputados e, em seu discurso de agradecimento, Ceciliano clamou pela coragem dos políticos para enfrentar de forma unida os desafios que o estado do Rio tem adiante. O parlamentar, inclusive, já protocolou os primeiros projetos de lei do ano, entre eles o que cria o auxílio emergencial estadual durante a pandemia.

“O nosso estado nunca precisou tanto da nossa união, de todas as forças políticas, de todos os poderes, nos níveis estadual, federal e municipal. Assim como no último biênio, vamos nos juntar à sociedade civil organizada, aos economistas, aos pesquisadores das universidades públicas, às ONGs e à inteligência dos representantes dos setores público e privado. Só essa união vai fazer a gente sair dessa profunda crise econômica e social”, disse.

Os esforços do presidente da Alerj pela união dos agentes públicos e pelo diálogo que é inerente ao parlamento foram destacados por todos os colegas presentes em plenário e pelas associações de classe. E, como ressaltou Ceciliano, pela primeira vez na história da Alerj um governador acompanhou integralmente a votação da Mesa Diretora da Casa. Antes da votação, duas cartas dos sindicatos dos servidores ativos e inativos do Legislativo fluminense foram lidas e, nelas, era expressado o sentimento de agradecimento por uma gestão que gerou economia aos cofres públicos e que representa uma liderança em defesa dos serviços de qualidade à população.

Com uma trajetória de sucesso como prefeito de Paracambi por duas vezes, Ceciliano está em seu quarto mandato como deputado estadual. Em 2019, foi eleito presidente da Alerj por dois anos – período em que a Casa economizou quase R$ 1 bilhão do seu orçamento. Também nesse período, foram reduzidos em média 30% dos custos das contratações de bens e serviços, assim como os custos de operação da TV Alerj, que passou a operar em sinal aberto – democratizando ainda mais o acesso às atividades parlamentares.

“Nós também criamos a Descentralização de Verba para os Gabinetes e, com isso, os deputados passaram a gerir seus gastos, com total transparência, e todas as prestações de contas estão publicadas online”, lembrou Ceciliano.

Em seu discurso, Ceciliano disse buscar inspiração na coragem dos personagens do romance Grande Sertão: Veredas, do escritor mineiro Guimarães Rosa. “A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem”, citou emocionado, tomando emprestadas as palavras do autor. “Somos muitos aqui, diversos, plurais, mas nosso partido é um só: o povo do estado do Rio de Janeiro”, frisou.

Acesse na íntegra o discurso de agradecimento de Ceciliano.

Confira abaixo a composição da nova Mesa Diretora da Alerj:

Presidente: André Ceciliano (PT)
1º Vice-presidente: Jair Bittencourt (PP)
2º Vice-presidente: Chico Machado (PSD)
3º Vice-presidente: Franciane Motta (MDB)
4º Vice-presidente: Samuel Malafaia (DEM)
1º Secretário da Mesa: Marcos Muller (SDD)
2º Secretário: Tia Ju (REP)
3º Secretário: Renato Zaca (PRTB)
4º Secretário: Filipe Soares (DEM)
1º vogal: Pedro Brazão (PL)
2º vogal: Dr. Deodalto (DEM)
3º vogal: Valdecy da Saúde (PTC)
4º vogal: Giovani Ratinho (PROS)